kids-reacting-to-gay-marriage-1024x489

Como reagem as crianças ao casamento entre pessoas do mesmo sexo?

Como reagiriam os seus filhos ao assistirem a imagens de um casamento entre pessoas do mesmo sexo?

As crianças definem um padrão de família através da observação da sua própria família e das mais próximas com quem convivem diariamente. As crianças que crescem em meios onde há variedade de composições familiares, irão sempre encarar com normalidade a diferença. Nestes casos, não é considerada diferença…até os factores externos os tornarem diferentes.

Ou seja, até serem apontados na escola, observados na rua e falados nos mexericos do bairro.

post-familiapost-familia

Embora em Portugal já tenha entrado em vigor a Lei que aprova o casamento civil entre pessoas do mesmo sexo há já cerca de 3 anos e meio, as mentalidades das pessoas não se vergaram a um Decreto -Lei. As opiniões dividem-se e parte da população não concorda com estas uniões.

A forma como educamos os nossos filhos quer seja através do exemplo ou do diálogo, irá reflectir-se nas suas atitudes, irá mudar as suas mentalidades, irá formá-los enquanto adultos, e irá sobretudo prepará-los para o futuro.

É importante pensarmos nestas questões e inserir estes temas com naturalidade na educação dos nossos filhos.

A pergunta a fazer a nós próprios é:
“- Queremos que eles cresçam com esse preconceito e que discriminem continuadamente pessoas à sua volta, por terem orientações sexuais diferentes, ou não?”

Foi feita uma experiência com 13 crianças, com faixas etárias entre os 5 e os 13 anos, na Califórnia. Foi-lhes mostrado individualmente um vídeo que mostra um pedido de casamento entre dois homens e outro que mostra um pedido de casamento entre duas mulheres.

Inicialmente, algumas das crianças não percebem bem o que se está a passar, nem qual o conteúdo do vídeo. As mais pequenas mostram-se confusas mas acabam por definir uma opinião, os mais velhos têm reacções… surpreendentemente maduras.

troy
“A escravidão só foi abolida graças a Abraham Lincoln, as mulheres também não podiam votar. Nós progredimos bastante, tivemos algumas pedras no caminho, agora temos mais uma…” – Troy, age 13-

As opiniões das crianças sobre esta questão dão-nos uma visão incrivelmente valiosa no sentido de situar as mentalidades da nossa sociedade actual e para onde nos encaminhamos enquanto pessoas.

Veja o video aqui

Mais ou menos espontâneos, mais ou menos apreensivos, estes miúdos vem a demonstrar pelas suas respostas que caminhamos para um mundo onde a diferença é cada vez menos contrastante, e que a aceitação faz parte do processo evolutivo do Homem.
draft_lens19396083module158573285photo_1334685277a_A____

APLAUSO – 3º Festival de Artes de Carnide

FESTIVAL
Inaugurou dia 20 de Janeiro a 3º edição do APLAUSO – Festival de Artes de Carnide, no Centro Cultural de Carnide.
Após o sucesso das duas edições anteriores, a Junta de Freguesia de Carnide decidiu investir e inovar neste festival. O projecto foi desenvolvido com os parceiros locais da Rede de Cultura, e estreiam este ano, oito produções em palco.

MEDO
Nesta 3ª edição do Festival aplauso, pretende-se desmistificar o tema. este é o ponto de partida para um programa recheado de actividades (não assustadoras) no Centro Cultural de Carnide, tais como, teatro, dança, leitura, exposições, e outras surpresas.

AGENDA
Já esta semana, há programa DIÁRIO desde dia 28 de Janeiro até ao próximo dia 2 de Fevereiro. O Centro Cultural de Carnide tem sessões de teatro GRATUITAS agendadas para o fim-de-semana. Consulte o programa.

TEATROS

1 Fev ’14 | SÁBADO | 11h00 ● “O conto da meia-noite” ●  M/4 ● 50′ ● produção da ASSOCIAÇÃO TENDA ● [Dia 28 de Janeiro sessões para escolas.]

O tradicional conto da Gata Borralheira é revisitado numa nova versão para toda a família. Medos, ansiedades… O Príncipe tem medo do Rei, a Cinderela tem medo da Madrasta, a Madrinha tem medo de ratos… o tempo está a contar.
Acertem os ponteiros do relógio. À meia-noite, a magia termina e tudo pode acontecer.

JTJGTzNtJTJGLTBNM1pyU20lMkZnd0NhWHdiYndsJTJGLnNVLmdiLnNBaHN2d3Boc2cucGJ3dHp0ZGty

1 Fev ’14 | SÁBADO | 16h00 ● “Quanto Apostas“ ● 2º, 3º ciclos ● 50′ ● produção do TEATRO DE CARNIDE ● [Dia 31 de Janeiro sessões para escolas.]

JTJGTzNtJTJGLTBNM1pyU20lMkZnd0NhWHdiYndsJTJGSTJoZ2Iuc2hOLmFiaGF0V05QJTJGTzNtJTJGLTBNM1pyU20lMkZnd0NhWHdiYndsJTJGSTJoZ2Iuc2hOLmFiaGF0V05Q

Um grupo de jovens decide passar férias numa casa abandonada, levam consigo as memórias, os jogos, as promessas, e no sentimento do abandono de uma casa desconhecida vão descobrindo a realidade uns dos outros, a porta fechou-se como irão sair dali?

2 Fev ’14 | DOMINGO | 11h00 ● “Quem tem medo do Curupira?“ ●  6 a 10 anos ● 60′ ● produção do GINGA BRASIL ● [Dia 29 de Janeiro sessões para escolas.]

O Curupira é um ser encantado que vive na mancha florestal amazónica e aparece para defender a fauna a flora tropical dos predadores da floresta. A peça aborda as relações que os indivíduos mantem com a natureza e os temores inconscientes da sua destruição.

JTJGTzNtJTJGLTBNM1pyU20lMkZnd0NhWHdiYndsJTJGSTJ3dnNid3ZzdndBLnNBLnNVMmwyTnBsaHR6dGRrcg

2 Fev ’14 | DOMINGO | 16h00 ● “Medos?“ ●  1º, 2º, 3º ciclos ● 60′ ●  produção UMBIGO – Companhia de Teatro ● [Dia 31 de Janeiro sessões para escolas.]

O avô Francisco Magalhães escreveu a história para o seu filho João cada vez que ele tivesse medo. Faz parte de nós, mas quando começa a ser exagerado, é preciso controlá-lo, seja preciso lutar, falar, responder, perguntar ou…pensar.

A partir do livro “O pequeno livro dos medos”, de Sérgio Godinho, falamos sobre os medos, mas sem meter medo. Um espetáculo performativo, com humor e jogos cénicos, onde muitos se identificarão com os medos contados.

JTJGTzNtJTJGLTBNM1pyU20lMkZnd0NhWHdiYndsJTJGLnNOd0kyd2cuc1hwZmwuc0EuYXN2d0EuYXR6dGRrcg
PROGRAMA

20 Jan’14 a 2 Fev ’14  ● “Exposição Quem tem Medo“ ●  @Centro Cultural de Carnide ● dias úteis das 9h30 às 12h30 e das 16h00 às 20h00 // fins-de-semana em horário de espetáculo ●
Exposição interactiva sobre o medo.

20 Jan’14 a 2 Fev ’14  ● “O Medo“ ●  @Biblioteca Natália Correia ● dias úteis das 10h00 às 18h00 ●
Mostra literária de várias obras que abordam o tema, disponivel para visita e consulta do público em geral.

1 Fev ’14 | 15h00 ● “Eu tenho medo de não ter medo“ ● produção Clube do Interesse do Teatro ● 
Performance dos alunos do 2º ciclo de S. Vicente de Telheiras

2 Fev ’14 | 15h00 ● “De que tens medo“ ● produção Clube do Interesse da Dança ● 
Performance dos alunos da Escola Alda Vieira, Fantasmas, Zombies, Animais, Escuro

Espreite um pouco do que se tem passado por lá, aqui.