walentina-topo

10 aventuras de sonho para fugir da rotina com os miúdos

Apetece-lhe pegar nos miúdos e fugir da rotina?

Parta à aventura!

Portugal tem tanto por descobrir: pegue no mapa, escolha uma área geográfica, nem que seja a 5 minutos da sua residência, e descubra!

Preparativos:
registe-se nos mais diversos sites de alojamento e aproveite as promoções. Vai ver que existem campanhas fantásticas todos os fins-de-semana!

Não se esqueça da máquina fotográfica.

Em viagem:
Peça aos miúdos para anotarem no mapa os sítios que vão conhecendo. Para eles é sempre divertido e é pedagógico! A geografia agradece.

Desligue o telemóvel, o tablet … desligue-se e a si e aos miúdos! Todos sem tecnologia. Será que consegue? É difícil mas tente!

Escolha uma aventura:

1. Dormir num moinho!
Já experimentou? Tem que experimentar! Há moinhos por todo o país e uma noite no moinho pode ser um momento de romance a dois ou um grande divertimento em família: dos mais rústicos aos 360º, com vistas deslumbrantes, encontra de tudo! É só procurar! E com preços bem competitivos! Para os miúdos é uma experiência inesquecível.

2. Subir a serra!
Portugal tem imensas paisagens fantásticas perto de qualquer localidade. Veja qual a serra mais perto de si e subam a serra: andem, descubram a Primavera, façam os trilhos indicados, fotografem, ou então, aproveitem apenas para esvaziar os pensamentos e sentir o poder relaxante da natureza.

3. Seguir um rio!
Escolha um rio e sigam o seu trilho da nascente até à foz! Imagine o Mondego, da Serra da Estrela à Figueira da Foz, encontra a beleza da montanha, a cidade de Coimbra com a sua história, os arrozais de Verride, a praia em Buarcos… Num fim-de-semana ou num só dia, consegue fazer um percurso fantástico, com atracções para todos os gostos: da gastronomia, aos museus, passando pelo sol … Tudo aqui tão perto!

4. Visitar um Parque Temático!
São tantos e tão diferentes. Com os miúdos, a opção pelos animais é sempre certa! Lousã, Lisboa, Gaia, Alentejo… de Norte a Sul, não tem desculpa! Passe um dia no Jardim Zoológico!

5. Atirar-se à água!
A água satisfaz os mais diferentes gostos. Num parque aquático encontra a adrenalina máxima ou simplesmente relaxa junto à piscina. As opções também já são imensas por todo o país. Tenha em atenção a segurança e passe um dia extraordinário!

6. Navegar na cidade!
A pé, de bicicleta ou de transportes públicos, deixe o carro em casa e desfrute a cidade: os museus, os cinemas, os teatros, as lojas, as esplanadas, os terraços, os jardins … a cidade tem tanto prazer para lhe oferecer!

7. Apanhar o barco!
Nos rios, nas rias, nas ilhas, no mar, Portugal oferece-lhe diversas formas de embarcar, por uma tarde, um dia ou uma semana. Deixem-se embalar pelas águas e aproveite a beleza das paisagens, do Douro, ao Farol, passando por Lisboa. Já não tem desculpa! Há sempre um passeio de barco perto de si!

8. Passear na praia!
A praia não é só toalha estendida e um enorme escaldão. Vão à praia mais cedo e comecem com uma caminhada revigorante logo pela manhã. Aproveitem as horas e os minutos! Ou então, opte pelo sunset tão na moda e desfrute de um pôr do sol como só cá temos! Sintam o aroma das dunas ou da maresia. Vivam a praia com os cinco sentidos!

9. Viver outra época.
Se o cansaço tomou conta de si, procure um sítio bem recolhido, sem carros, sem barulhos, sem horas… vai ver que os encontra para todas as bolsas. Descubra um Palace Hotel e viva noutro ritmo, por uns dias! Na segurança dos muros dos jardins, deixe que os miúdos se percam e explorem todos os recantos livremente. E faça só aquilo que lhe apetecer! É um direito seu! Aproveitem ao máximo!

10. Mimar-se no SPA. Este é o dia  só para si! Deixe os miúdos com o pai, a mãe, a tia, os avós, uns amigos e dedique um dia só a si. Pensa que é um luxo só para os outros? Desengane-se! Os Spa’s têm ofertas promocionais todos os dias. É só estar atento e aproveitar! O importante é reservar um dia só para si!

 

 
PATRÍCIA ERVILHA
Leiria,  licenciada em sociologia e pós graduada em psicologia social e organizacional.A escrita e o gosto pela escrita é antigo em mim. Gosto de escrever e ter motivos para escrever.
6

Dia das Histórias que brilham no escuro

ATIVIDADES  6 Abril’14  | DOMINGO ●@Teatro Maria Matos ● M/4 ● 7.5€/pessoa ●

O Maria Matos apresenta quatro projetos criados a partir do mesmo mecanismo intemporal: a manipulação da luz e da sombra. Inspirados pelo primeiro eclipse solar registado na Grécia Antiga precisamente num dia 6 de abril, ocupam-se cantos e recantos menos evidentes do Teatro com propostas nas quais crianças e adultos podem explorar a luz e assim descobrir-lhe a sombra.

OFICINAHistórias feitas com luz ● 10h00-18h00 ● Gratuito ●
Para brincar com os efeitos da luz e da sombra, usam-se cartões, cola, filtros de projetores, arames e a ajuda da cabeça, da boca, dos narizes e tudo o que estiver à mão… E assim tentar descobrir as histórias que só se revelam quando se experimenta algo de novo.

TEATRO DE SOMBRAS Não toquem nas minhas mãos M/3● 10H30 –16H00 ● 3€/Criança // 7€/adulto ●
Teatro de sombras. Não toquem nas minhas mãos é um espetáculo em que as sombras chinesas se encontram com o cinema mudo, as marionetas e a música para criarem uma coleção de histórias cheias de humor. A argentina Valeria Guglietti conta com as mãos pequenas histórias e dá vida a todo o tipo de criaturas. A nossa imaginação é desafiada a completar o que vê em cada momento.

PERFORMANCE Sou a minha sombra que me segue a mim  M/3 ● 11h30 – 15h00 ● 3€/Criança // 7€/adulto
António Jorge Gonçalves recupera um verso de Almada Negreiros para criar um recital de palavras iluminadas e desenhos ditos por uma atriz que canta e um desenhador que inventa sombras com um retroprojetor. Uma brincadeira. Duas brincadeiras.

ESPETÁCULO Catabrisa 8 a 12 anos 12h30 – 17h00 ● 3€/Criança // 7€/adulto ●
Na semana em que Catabrisa regressa ao Teatro Maria Matos, celebramos o dia totalmente dedicado às crianças e às famílias com um espetáculo composto por um delicado equilíbrio entre texto, música, luz e sombra.

Teatro Maria Matos Avenida Frei Miguel Contreiras, 52 – Lisboa 218 438 800

Dificuldade em comer

A garganta dói, a boca idem e engolir parece impossível

Ainda assim vamos comer! O ideal é optar por comida pastosa ou muito picada, que desce facilmente. Puré de batata, massas bem cozidas, carne moída, ovos mexidos, legumes amassados com um bom azeite a regar tudo, podem ser boa opção. Para beber, pode experimentar o leite e os sumos de fruta cheios de vitamina e porque não combinar os dois e fazer um apetitoso batido natural?

Cuidado neste caso com frutas ácidas que irritam a boca, como o ananás e a laranja. Deve também manter-se longe dos alimentos duros e ásperos. E nada de coisas quentes, que irritam a mucosa, prefira a temperatura ambiente. Se ainda assim for difícil engolir, uma boa dica: coloque a cabeça da sua criança para a frente na hora de deglutir.

E para sobremesa, que tal um puré de fruta, mousse de banana ou doce natural de pêssego? É fruta natural transformada em deliciosos cremes que não precisam estar frios na hora do consumo, cheios de vitamina, exatamente como se quer. Experimente as nossas sobremesas, fáceis de engolir e personalize a refeição do seu filho consoante o dói-dói! Valorize as queixas da sua criança, nós damos-lhe uma ajudinha!!

E enquanto a Primavera não chega, e porque o mau tempo não dá tréguas, aqui fica uma sugestão de receita para estes dias mais difíceis de dor de garganta.

PURÉ DE MANGA E BANANA

A polpa da manga é extremamente suculenta e doce

Valor calórico por 100g:

  • 80.2 Kcal;
  • 1g Proteínas;
  • 0.4g Gorduras;
  • 16.8g Hidratos de Carbono.

Ingredientes para 1 dose:

  • 1 banana pequena, (de preferência Banana da Madeira por ser mais doce);
  • 65g de manga.

Modo de Proceder:

Descasque a banana e corte-a em rodelas para um liquidificador. Descasque a Manga e corte-a aos cubos contra o sentido das fibras para dentro de um tacho com água suficiente para a cobrir. Deixe cozer 5 minutos. Retire a manga para o copo do liquidificador e triture. Acrescente a água da cozedura conforme necessita até obter uma consistência de puré.

Por fim, verta para um recipiente e arrefeça até à temperatura ambiente. Está pronto para servir.

Bom Apetite!

Por Carolina Fernandes, Nutricionista e Coordenadora de Produção Bebé Gourmet para Up To Lisbon Kids

Tainá

FESTin 2014 | Mostra Infantojuvenil’14

CINEMA ● 5 Abril’14 + 6 Abril’14 ● @Cinema São Jorge, Lisboa ● 2.5€/Criança // 3€/adulto ● M/6 + M/12 ● 

De 2 a 9 de abril, o FESTin – Festival de Cinema Itinerante da Língua Portuguesa regressa ao Cinema São Jorge para a sua quinta edição. Mais de 70 filmes oriundos de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique e Portugal compõem uma programação diversificada e organizada em nove mostras.

No Fim de semana teremos as sessões infantojuvenil. Veja o Programa.

PROGRAMA

Insônia ● 5 Abril’14 ● 18h30 ●Sala Manoel de Oliveira ● M/12 ● Brasil ●  2012 ● 84′ ● Ficção ●

Sinopse
Cláudia é uma jovem moderna que amadureceu muito cedo por ter perdido sua mãe com 6 anos de idade. Mora com seu pai, um cientista genial. Ela toma conta da casa e por isso não vive como as outras adolescentes que passam horas nos centros comerciais ou ao telefone. Ela decide, então, que a solução para a sua vida é arrumar uma namorada para seu pai. Em uma viagem, Cláudia conhece Déa, eleita como a mulher ideal para seu pai. Quando o casal começa a se formar, Cláudia fica insegura e dividida entre a amizade e o ciúme.

Ficha Técnica
Realização: Beto Sousa
Com: Lara Rodrigues, Luana Piovani, Daniel Kuzniecka, Nicolas Condito, Leonardo Machado, Rafael Sieg, Larissa Resende 

 

Tainá – a origem ● 6 Abril’14 ● 16h00 ● Sala Manoel de Oliveira ● Brasil ● 2013 ● 88′ ● Ficção ●

Terceiro filme da série infantil que estreou no cinema há dez anos, Tainá – a origem revela o início da saga. Piratas da biodiversidade invadem a região da floresta amazônica onde vive Maya, jovem índia que é vítima do ataque predatório, deixando órfã a bebê Tainá. Abrigada entre as raízes da Grande Árvore, a criança é salva e criada pelo velho e solitário pajé Tigê. Cinco anos depois, ele leva Tainá à aldeia do seu povo, onde está para ser escolhido o novo líder defensor da natureza. Por ser menina, Tainá é impedida de se apresentar ao combate, mas pela herança de Maya, a última das Amazonas guerreiras, e com o apoio de Laurinha, esperta menina da cidade, e do índio Gobi, Tainá parte para derrotar os malfeitores, desvendando o mistério de sua própria origem.

Ficha Técnica
Realização: Rosane Svartman
Com: Wiranu Tembé, Beatriz Noskoski, Igor Ozzy, Gracindo Júnior, Nuno Leal Maia, Mayara Bentes, Guilherme Berenguer, Laila Zaid, Leon Góes, Fidelis Baniwa