Não é muito difícil – 10 coisas para fazer uma mãe (mais) feliz

Eu sou uma mãe bastante descontraída. Não espero muito mais dos meus filhos do que serem cumpridores das regras básicas de educação, e deixo-os fazer quase tudo que não implique jorrar sangue e amputar os membros uns aos outros.

Como qualquer mãe sabe, se o nosso filho está feliz, nós estamos felizes. Mas as crianças não compreendem que a estrada da felicidade tem dois sentidos. Os nossos dias seriam muito melhores se eles fizessem algum esforço nos fazer felizes!

Resolvi enumerar uma lista, e não pensem que estou a pedir demais, de 10 coisas para fazer uma mãe feliz:

  1. Acorda depois das 6h30. Vocês não fazem ideia o quanto feliz eu fico se dormir pelo menos até às 8h30 da manhã. É que tal como o vinho, quanto mais me deixarem descansar, melhor eu fico.
  2. Come tudo à refeição. Tudo bem, não é preciso comer tudo. Uma dentada pelo menos. Não sabes se não gostas se não provares. Tocar com a ponta da língua, cheirar e empurrar com o dedo esticado não é provar. Uma dentada! Aliás, o ideal seria uma garfada, mas isso é pedir demais!
  3. Pára de comer lápis de cera. E stickers, e giz, e plasticina e lixo. Eu sei que não te vai fazer qualquer mal a longo prazo, mas qualquer dia eu tenho um ataque por mudar fraldas coloridas!
  4. Dorme uma sesta sem birra. Nem sequer é preciso dormir. Fazemos assim: vais para o berço e ficas lá duas horas em silêncio. Eu até desligo o monitor para não te ver a tirar a fralda e a pintar o berço com cocó
  5. Não faças birras no supermercado. Já é mau o suficiente ires para lá de pijama independentemente da hora do dia, por isso, por favor, não chames a atenção. Sejamos discretos.
  6. Não ponhas objectos pelo nariz acima. Eu sei que parece divertido espirrar cinco milhões de vezes até que o peão cónico de plástico salte e me bata no meio da testa, mas qualquer dia não conseguimos tirar e temos que ir para as urgências. E depois, não só é embaraçoso para mim, como ainda teremos que ir buscar dinheiro para a despesa às poupanças da tua festa de aniversário. Pensa bem nisso.
  7. Pára de lamber pessoas. É nojento e simplesmente estranho.
  8. Não refiles por causa da cor do copo que te dei. Eu sei que querias o copo azul, mas sempre que te dou o copo azul queres o encarnado que dei à tua irmã e eu estou farta da birra das cores dos copos. É um copo, não um parceiro para a vida, certo?
  9. Deixa-me lavar o ó-ó só mais uma vez. Eu sei que é o teu melhor amigo e que vai contigo para todo o lado, mas não é um todo-o-terreno. Não está destinado a prender várias chuchas, a ser uma capa, umas asas, um chapéu, ou qualquer outra coisa. Está sujo, e vais sobreviver 2h00 sem ele, quer queiras quer não. Esqueço o drama!
  10. Dá-me um abraço sempre que eu pedir. Estás a crescer tão depressa, e eu quero saborear o teu carinho inflexível durante o tempo que me apetecer. Até te dou um gelado de pastilha elástica ao pequenos almoço se me deres mais um beijo!

Publicado in Scarymommy
Traduzido e adaptado por Up To Lisbon Kids®

Todos os direitos reservados®

Deixar uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Gravatar
WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s