Arquivo de etiquetas: escapadinhas

6

Peixe Migrador no Fluviário de Mora

AR LIVRE 24 Maio’14  | SÁBADO ● 14h00 às 19h00 ●  @Fluviário de Mora ● M/3 ●

Aqui está um bom pretexto para fugir de Lisboa e ir até Mora.

No dia 24 de Maio, a Sciaena – Associação de Ciências Marinhas e Cooperação e o Fluviário de Mora festejam o lema de todos os Peixes Migradores - “Rio e Mar, há ir e voltar”

Tratam-se dos peixes que não têm fronteiras dentro do meio aquático – salmão, esturjão, enguia, sável, savelha, lampreia e de muitos outros, que fazem dos rios e oceano o seu mundo.

-Sabia que a enguia-europeia percorre uma distância de quase 6000km para desovar?

-Que existiu esturjão nos rios de Portugal?

-Que o meixão que entra nos nossos estuários atravessou o Atlântico durante cerca de 3 anos?

-Que a lampreia que sobe o rio para desovar já não se alimenta?

-Que nem todos os peixes migradores morrem após a desova?

-Estas e muitas outras curiosidades estarão em exposição neste dia 24 de Maio, em Mora.

Infelizmente, as ameaças a estas espécies são muitas e diversas.

O declínio que enfrentam é uma realidade assustadora. O que pode fazer? Conhecê-las! Para que a expressão Criticamente em Perigoe Extinto deixe de fazer parte do vocabulário que empregamos quando nos referimos a estes animais, venha visitar-nos e participe!

PROGRAMA
- 14h00 | Auditório do Fluviário de Mora
Viagem ao mundo dos contos e das histórias, por Joaninha Duarte da ESEI Maria Ulrich;

- 16H00 | Passadiço de madeira ao longo da Ribeira da Raia
Caminhada pedestre “Caminhar pelo Peixe Migrador”. O local de encontro é no átrio, junto à entrada do Fluviário de Mora;

- Ao longo do dia serão exibidos documentários e filmes sobre os peixes migradores no auditório do Fluviário de Mora e no CIAmb;

- E também decorrerá a actividade “Rio e Mar, há Ir e Voltar” durante todo o dia, no exterior, mesmo ao lado do Fluviário de Mora.

As actividades são gratuitas para todo o público. Participe gratuitamente nas actividades do Dia do Peixe Migrador e visite o Fluviário de Mora mediante a aquisição de bilhetes. Bom Dia do Peixe Migrador.

walentina-topo

10 aventuras de sonho para fugir da rotina com os miúdos

Apetece-lhe pegar nos miúdos e fugir da rotina?

Parta à aventura!

Portugal tem tanto por descobrir: pegue no mapa, escolha uma área geográfica, nem que seja a 5 minutos da sua residência, e descubra!

Preparativos:
registe-se nos mais diversos sites de alojamento e aproveite as promoções. Vai ver que existem campanhas fantásticas todos os fins-de-semana!

Não se esqueça da máquina fotográfica.

Em viagem:
Peça aos miúdos para anotarem no mapa os sítios que vão conhecendo. Para eles é sempre divertido e é pedagógico! A geografia agradece.

Desligue o telemóvel, o tablet … desligue-se e a si e aos miúdos! Todos sem tecnologia. Será que consegue? É difícil mas tente!

Escolha uma aventura:

1. Dormir num moinho!
Já experimentou? Tem que experimentar! Há moinhos por todo o país e uma noite no moinho pode ser um momento de romance a dois ou um grande divertimento em família: dos mais rústicos aos 360º, com vistas deslumbrantes, encontra de tudo! É só procurar! E com preços bem competitivos! Para os miúdos é uma experiência inesquecível.

2. Subir a serra!
Portugal tem imensas paisagens fantásticas perto de qualquer localidade. Veja qual a serra mais perto de si e subam a serra: andem, descubram a Primavera, façam os trilhos indicados, fotografem, ou então, aproveitem apenas para esvaziar os pensamentos e sentir o poder relaxante da natureza.

3. Seguir um rio!
Escolha um rio e sigam o seu trilho da nascente até à foz! Imagine o Mondego, da Serra da Estrela à Figueira da Foz, encontra a beleza da montanha, a cidade de Coimbra com a sua história, os arrozais de Verride, a praia em Buarcos… Num fim-de-semana ou num só dia, consegue fazer um percurso fantástico, com atracções para todos os gostos: da gastronomia, aos museus, passando pelo sol … Tudo aqui tão perto!

4. Visitar um Parque Temático!
São tantos e tão diferentes. Com os miúdos, a opção pelos animais é sempre certa! Lousã, Lisboa, Gaia, Alentejo… de Norte a Sul, não tem desculpa! Passe um dia no Jardim Zoológico!

5. Atirar-se à água!
A água satisfaz os mais diferentes gostos. Num parque aquático encontra a adrenalina máxima ou simplesmente relaxa junto à piscina. As opções também já são imensas por todo o país. Tenha em atenção a segurança e passe um dia extraordinário!

6. Navegar na cidade!
A pé, de bicicleta ou de transportes públicos, deixe o carro em casa e desfrute a cidade: os museus, os cinemas, os teatros, as lojas, as esplanadas, os terraços, os jardins … a cidade tem tanto prazer para lhe oferecer!

7. Apanhar o barco!
Nos rios, nas rias, nas ilhas, no mar, Portugal oferece-lhe diversas formas de embarcar, por uma tarde, um dia ou uma semana. Deixem-se embalar pelas águas e aproveite a beleza das paisagens, do Douro, ao Farol, passando por Lisboa. Já não tem desculpa! Há sempre um passeio de barco perto de si!

8. Passear na praia!
A praia não é só toalha estendida e um enorme escaldão. Vão à praia mais cedo e comecem com uma caminhada revigorante logo pela manhã. Aproveitem as horas e os minutos! Ou então, opte pelo sunset tão na moda e desfrute de um pôr do sol como só cá temos! Sintam o aroma das dunas ou da maresia. Vivam a praia com os cinco sentidos!

9. Viver outra época.
Se o cansaço tomou conta de si, procure um sítio bem recolhido, sem carros, sem barulhos, sem horas… vai ver que os encontra para todas as bolsas. Descubra um Palace Hotel e viva noutro ritmo, por uns dias! Na segurança dos muros dos jardins, deixe que os miúdos se percam e explorem todos os recantos livremente. E faça só aquilo que lhe apetecer! É um direito seu! Aproveitem ao máximo!

10. Mimar-se no SPA. Este é o dia  só para si! Deixe os miúdos com o pai, a mãe, a tia, os avós, uns amigos e dedique um dia só a si. Pensa que é um luxo só para os outros? Desengane-se! Os Spa’s têm ofertas promocionais todos os dias. É só estar atento e aproveitar! O importante é reservar um dia só para si!

 

 
PATRÍCIA ERVILHA
Leiria,  licenciada em sociologia e pós graduada em psicologia social e organizacional.A escrita e o gosto pela escrita é antigo em mim. Gosto de escrever e ter motivos para escrever.